Tribos Urbanas

Tribos Urbanas é um termo dado aos diferentes grupos sociais que tem por finalidade proporcionar círculos de amizade ou convivência baseados em interesses comuns. Estes grupos constituem de pessoas com hábitos, pensamento, modo de se vestir ou até mesmo gosto musical parecidos. Nas grandes cidades é mais comum encontrar estas tribos, na maioria das vezes constituída por jovens.

Prós e Contras

Este grupos sociais buscam lutar pelos seus ideais. São responsáveis por uma série de movimentos e manifestos ao longo da história. Muitas vezes tomam atitudes em oposição à política ou cultura. Porém muitas destas tribos optam pela agressividade e ao vandalismo. Devido ao preconceito, ignorância e falta de respeito, algumas tribos se confrontam e estabelecem uma rixa entre si mesmos.

As tribos

Existem uma série muito extensa de tribos que ganharam espaço ao longo da história. Dentre elas: Punks, skinheads, góticos, hippies, nerds, otakus, emos, grunges, hipsters, rastafáris, e muitos outros. Os interesses vão de ‘curtirem a mesma música’ ao racismo (Sim, tribos urbanas premeditadas preconceituosas).

Um problema??

Querendo ou não elas estão por ai, algumas dessas tribos como já citado à cima são preconceituosas e violentas. Isso não quer dizer que sejam um problema, afinal a tribo é a união de pessoas com um mesmo ideal ou pensamento, ou seja, eles não se tornaram preconceituosos e violentos por causa da tribo, mas se uniram por pensarem assim.

Brian A. Moreira diz

“Como disse anteriormente, há prós e contras. Eu não gosto de tribos cheias de valentões e vândalos (dá-lhe skinheads), mas não me preocupo com tribos que não se inclinam a causar mal aos outros (Como nerds e otakus). Percebo que ainda há muito preconceito em todos nós a respeito destas tribos. Preconceito este que vamos aprendendo aos poucos a largar. “Punks e góticos são do mal, hippies e rastas são maconheiros, otakus são virgens (Meu modo de interpretar um tipo de infantilidade) e hipsters são posers” Acho que essa visão é comum entre nós. Mas como tio Nietzsche nos ensinou, não devemos julgar as pessoas como um todo, generalizando. Mas sim, individualmente. Então, talvez você possa perceber que, aquele skinhead que passou na TV era violento, mas aquele que mora no seu bairro nunca fez mal a ninguém. Mesmo que você não pertença a nenhum destes grupos, você provavelmente conhece pessoas que pertençam. E provavelmente conhecer alguma destas pessoas fez você perder um pouco do seu preconceito. E assim nós vamos aprendendo a lidar com as diferenças e nos tornamos alguém melhor a cada dia.”

Higor A. Schumaker diz

“As tribos não são um problema em si, mas é preciso cuidado. Algumas pessoas de tribos desse tipo mais violenta, por exemplo uma tribo que goste de punk e que tenha pessoas violentas. Caso você faça algum comentário do tipo: “gosto muito de punk, mas prefiro rock!” Pode não parecer, mas isso, para eles, já é um motivo para brigarem ou arrumarem algum tipo de confusão. Conheço alguém que já sofreu esse tipo de violência só por gostar de um estilo musical diferente. Portanto tome cuidado com o que diz.”

Você pertence a alguma tribo? Não deixe de comentar abaixo! E lembre-se, respeito acima de tudo. Até uma próxima matéria selvagem.

29/08/2012

Gostou? Compartilhe!

Brian A. Moreira

Brian A. Moreira

Hipotético designer e ilustrador. Diretor do Selvageria. Overthinker, coffee addict and cinema lover. Tudo isso ao som de Beatles!

Contato / Mídias sociais

  • Social Media
  • Social Media
  • Social Media
  • Social Media

Higor A. Schumaker

Higor Alves Schumaker

Programador e suporte de sistemas. Aficionado por carros. Um fps ao som de Linkin Park sempre cai bem.

Contato / Mídias sociais

  • Social Media
  • Social Media