The Walking Dead S04E09 "After" Análise e Download

Em primeiro de dezembro de 2013, a série da AMC, The Walking Dead, chegou à sua mid-season finale com o episódio "Too Far Gone", um dos melhores e mais desoladores episódios da série. Agora, em fevereiro de 2014, TWD retorna para concluir sua quarta temporada nos entregando "After", um encaixe perfeito para re-aconchegar sua audiência na atmosfera da série.

Review com spoilers do episódio. Caso queira baixar antes de ler a review, clique aqui.

Dirigido por Greg Nicotero, After já demonstra em sua primeira cena a sensação de desespero e desamparo com um quadro plongée no qual a câmera desce da própria fumaça gerada pela destruição da prisão que, se antes era o lar e esperança dos nossos sobreviventes, agora se encontra em escombros e chamas. Ah, e zumbis! Muitos zumbis.

The Walking Dead

Após vermos o corpo esburacado do Governador no chão, temos a primeira sequência com um dos sobreviventes. Elegante em mostrar aquilo que simboliza o personagem antes de mostrar o próprio de corpo inteiro, vemos a mão segurando a katana e de cara sabemos: Aquela é a Michonne. A personagem se vê de volta à estaca zero e refaz, sem nenhum sinal de conforto, o mesmo que havia feito com seu irmão e marido: 'Capou' dois zumbis da possibilidade de mordê-la e os amarrou em cordas, fazendo seus dois novos escudos de camuflagem de coleiras. E se a situação já não fosse ruim o bastante, Michonne encontra a cabeça - agora zumbi - de Herschel, que fora decapitado no episódio anterior (e que era um dos meus personagens favoritos), e faz o favor ao amigo de 'termina-lo' para que ele possa morrer em paz.

The Walking Dead

Entra a abertura da série e logo em seguida já nos deparamos com Carl, com um semblante enfurecido, caminhando aparentemente sozinho. Segundos depois descobrimos que Rick está um pouco atrás, mancando, sangrando e pedindo para o filho ir mais devagar. Um tempo depois eles encontram um estabelecimento chamado "Joe & Joe Jr's". Lá dentro, eles encontram suprimentos e mais um zumbi. Carl entretanto, encontra um papel que dizia "Por favor, faça o que eu não pude fazer - Joe Jr.". Após ler, Carl encara o zumbi entendendo do que se tratava, descarta o papel com ar de reprovação e minutos depois, atira no zumbi contra a vontade de Rick. Eu voltarei neste assunto mais pra frente.

Nas próximas cenas, vemos Michonne encontrando rastros que só nós espectadores sabemos que pertencem a Carl e Rick. Vemos também que os dois encontraram uma casa, onde decidem ficar. Podemos reparar que Carl está enfurecido na verdade é com seu pai, Rick, mas não sabemos o porquê. Assim como a direção, o roteiro também se desdobra de forma elegante e eficaz. Em uma cena, Carl enfatiza que o nó que ele fez para prender a porta foi Shane quem o ensinou. "- Lembra-se dele?" Carl pergunta ao pai. Rick diz que lembra de Shane todos os dias e, ao perceber do que a conversa se tratava, pergunta ao filho "- Há algo mais que você queira me dizer?". Carl ignora e o ajuda a empurrar o sofá.

Pouco mais adiante, temos Rick no banheiro se olhando no espelho e tomando conhecimento da situação em que seu corpo está. Ele está seriamente ferido e mal consegue respirar sem gemer.

A próxima sequência é um tanto surpreendente. Pela primeira vez na série, podemos dar uma olhada no passado da Michonne. Porém, percebemos que aquilo não é um simples flashback ou recordação. De forma brilhante, o diretor consegue explicar sutil e gradualmente que aquela recordação de Michonne é na verdade, um sonho.

The Walking Dead

A cena começa com Michonne conversando com seu irmão e marido. Começamos a estranhar quando a faca de cozinha que Michonne segura se torna sua futura katana, cujo ela limpa e guarda sem perceber nenhuma diferença. Logo em seguida ela segura seu filho e vai para a sala, se juntar aos dois.

Agora percebam que, quando Michonne chega à sala, seu irmão e Mike (o marido) param de conversar e sorrir e ficam parados em uma posição. Assim que a câmera muda de ângulo, os personagens estão na mesma posição, porém com outras roupas, sujos e inclusive sangrando. Eles começam a discutir sobre a sobrevivência dos quatro e entendemos que Michonne ainda viveu uma época pós-zumbi com sua família e é isso que estamos assistindo. E em uma segunda transação, vemos Mike e o irmão de Michonne já sem os braços e a criança desaparece da cena. Michonne entra em pânico e, após alguns gritos desesperados, acorda em um carro na rua.

The Walking Dead

Voltamos a Rick e Carl e, para nosso desagrado, Carl tenta acordar Rick e este não se move. Carl sai de casa para matar alguns zumbis que estavam tentando entrar na casa e, mesmo quase morrendo no proceso, consegue. Após Carl matar todos os zumbis que o atacaram, ele levanta, se ajeita, põe o chapéu e diz "Eu venci".

Na cena abaixo, Michonne está tão desamparada, que enquanto anda pelos zumbis, cabisbaixa, parece até que é um deles. Ela vê uma zumbi remotamente parecida com ela andando ao lado e a encara por um tempo. Acredito que neste momento a personagem estava se vendo ali. Sem rumo, sem esperança, sem vida.

The Walking Dead

Quando Carl volta para a casa, ele começa a conversar com o Rick inconsciente, falando o que ele havia feito e que havia acabado de salva-lo. Porém, a fúria do garoto pelo pai começa a crescer e então finalmente entendemos o motivo para tanta raiva. Carl culpa seu pai por não conseguir proteger as pessoas que ele ama, inclusive sua mãe.

The Walking Dead

"- Você não é nada", diz o Garoto. Logo em seguida Carl se levanta, pega uma sacola e diz sem nem olhar para o pai "- Eu ficaria bem se você morresse".

The Walking Dead

Carl parte a procura de mais suprimentos. Ele entra em uma casa, luta contra um zumbi que estava preso em um quarto (e que me deu o maior susto!) e, quando consegue prendê-lo de volta, Carl pega um giz e escreve na porta do quarto "- Walker (zumbi) dentro. Pegou meu tênis, não me pegou." Mais uma vez se mostrando auto suficiente e capaz de qualquer proeza, assim como quando mais cedo ele disse "Eu venci".

Voltamos na Michonne e ela continua rastejando entre os zumbis. Quando ela vê mais uma vez aquela zumbi que havia encarado antes, Michonne entra em crise nervosa e corta todos os zumbis com sua katana, inclusive os que ela estava usando como camuflagem.

E agora vem minha cena favorita deste episódio. Está de noite e Carl está acordado próximo ao corpo do pai. Ele escuta o pai fazer uns gemidos e presta atenção. Rick então começa se mexer lentamente e estica o braço em direção ao filho, fazendo apenas barulho. Carl prontamente se joga para o outro lado, saca sua arma e mantêm apontada para o pai.

The Walking Dead

Não sei se esta é a primeira vez, mas realmente não me lembro qual foi a última vez que vi Carl chorando desta forma. O garoto soluçava em prantos enquanto apontava a arma para o pai, porque ele sabia o que tinha que fazer. Carl então abaixa a arma e bota pra fora "- Eu não consigo. Eu estava errado. Apenas faça."

Lembra lá em cima da análise que eu disse que voltaria no assunto do estabelecimento? Então, é agora. O nome do lugar era "Joe & Joe Jr's". Significa que o local era gerenciado por um pai e filho. O bilhete que havia sido deixado lá dentro estava assinado por Joe Jr e pedia para que alguém fizesse o que ele não foi capaz: Matar o próprio pai, que havia se tornado um zumbi. Quando Carl entendeu isso, ele esnobou a ideia, matou o Joe e passou o resto do episódio provando a si mesmo que ele era forte o bastante para encarar o que viesse à frente ("Eu venci", "Pegou meu tênis, não me pegou").

Porém quando Carl se encontra na mesma situação, ele prefere morrer a matar o próprio pai, mesmo achando que Rick já estava morto. Mas é aí que ouvimos "- Carl. Não vá lá fora. Fique seguro". Rick estava vivo, apenas muito ferido. Carl então percebe que não foi culpa do seu pai que tantas pessoas queridas morreram. Rick sempre fez o melhor que pode para mantê-los seguros. E até quando nosso herói mal tem forças para falar, ele junta todo o fôlego que tem para dizer ao filho que continue seguro.

Carl então abre mão de todo o ego e raiva, põe a cabeça de seu pai em seu colo e se quebra em choro, repetindo a frase "- Eu estou com medo".

The Walking Dead

O mesmo acontece com Michonne na cena seguinte. Parece que pela primeira vez ela fala com seu ex-marido o quanto sente sua falta, e se perde em lágrimas. Após isso, Rick melhora da sua condição e os dois conversam um pouco. Rick diz à Carl que ele já é um homem, e pede desculpas, sem nenhuma necessidade de dizer o motivo. Carl voltou ao normal e, ao dizer ao pai que ele não precisa se desculpar, dá um sutil sorriso pro pai.

Michonne finalmente encontra onde eles estão e, ao ver os dois pela janela, volta a chorar. Quando os dois escutam baterem na porta, Rick olha pelo olho mágico da porta e apenas sorri. Carl pergunta ao pai "- O quê?", ele responde "- É pra você" e sorri. Fim do episódio.

The Walking Dead

Achei ótima a ideia de deixar este episódio para mostrar apenas o que aconteceu a estes três. Se estivéssemos vendo o que aconteceu com todos os personagens, não teríamos o mesmo impacto emocional. Já o segundo episódio será sobre os outros e, devo dizer, estou preocupado com Glenn e Maggie! Confira o Promo abaixo.

Download

Gostou da review? Para baixar o episódio em Torrent, clique aqui. Quanto a legenda, sempre que preciso eu baixo do OpenSubtitles. Recomendo!

Espero que tenham gostado da review e do episódio. Agora só nos resta esperar o que esta temporada de The Walking Dead guarda para nós.

11/02/2014

Gostou? Compartilhe!

Brian A. Moreira

Brian A. Moreira

Hipotético designer e ilustrador. Diretor do Selvageria. Overthinker, coffee addict and cinema lover. Tudo isso ao som de Beatles!

Contato / Mídias sociais

  • Social Media
  • Social Media
  • Social Media
  • Social Media