A morte de Paul Walker e o futuro de 'Velozes e Furiosos'

O que acontecerá com Brian O'Conner?

É sempre triste quando alguém querido morre. Seja essa pessoa um conhecido nosso ou não. No dia primeiro de dezembro de dois mil e treze, o ator Paul Walker faleceu, deixando milhares de fãs devastados (Incluindo eu).

O ator morreu em um acidente de carro, enquanto frequentava um evento de caridade para sua organização, a Reach Out Worldwide. Paul andava como passageiro no carro de seu amigo, Roger Rodas, que também não sobreviveu ao acidente.

Paul era mais conhecido pela rentável franquia hollywoodiana ‘Velozes e Furiosos’, no qual protagonizava o personagem Brian O’Conner. E, por mais indelicado que seja, a pergunta não deixa de existir: E agora, qual será o futuro de ‘Velozes e Furiosos’?

Gal Gadot & Paul Walker
Após a morte de Walker, a atriz Gal Gadot publicou algumas fotos ao lado do ator

A franquia até agora

De um grande sucesso, 'The Fast and The Furious' (2001), surgiram duas continuações comerciais e quase desvinculadas à história original. O segundo filme tentou trazer o protagosnita Brian O'Conner ao lado de outra forte amizade, resolvendo outro caso policial. Já o terceiro filme Tokyo Drift – primeiro da franquia dirigido por Justin Lin – já introduzia um novo protagonista, um novo cenário e uma história diferente. Por mais que este último tenha sido mais rentável que os dois anteriores, Tokyo Drift representava o mesmo que aquelas incontáveis e cansativas continuações de American Pie, cujo nem considero parte da [agora] quadrilogia original. E a franquia 'Velozes e Furiosos' parecia seguir em frente apenas pelo lucro que fazia e era um exemplo de como os estúdios de Hollywood sugam ao máximo cada centavo de um título que fez sucesso.

Interesse monetário à parte, ao quarto filme Justin Lin decidiu transformar no o que até então eram filmes de carros ligeiramente conectados (mais pelos títulos do que pelas estórias) em uma franquia de uma única estória, sólida e consistente, contada por partes.

Fast & Furious, o quarto filme da franquia, trazia nossos personagens queridos de volta: Brian O'Conner, Dominic Toretto, Mia, Letty e .. surpresa: Han! As primeiras sequências do longa nos presentiavam com a presença do Han novamente. Isso significava apenas uma coisa: Os eventos ocorridos naquele filme se passavam antes do terceiro filme!

Mas se Han aparece apenas no início do longa, o filme não poderia se passar simultaneamente ao terceiro? Levando em consideração que ele menciona Tokyo em sua última cena, até poderia. MAS em Tokyo Drift, Han já tinha reputação entre os corredores. Não teria dado tempo. Além disso, essa pergunta seria respondida nos filmes seguintes.

O quinto filme, Fast Five, foi responsável por reunir todos os personagens principais de toda a franquia. Já o sexto, Furious Six, (perceberam o trocadilho nos nomes?) foi responsável por unir todas quase todas as estórias em uma só. O quarto, quinto e sexto filmes andaram de mãos dadas e tudo fazia sentido. Ao final de Furious Six [spoiler] a família Veloz e Furiosa havia conseguido tudo que queria: Fichas limpas, família unida e a casa antiga dos Toretto de volta. Final perfeito! Vamos encerrar a franquia agora ..

MAS DAÍ QUE teve uma cena pós créditos em Furious Six e .. BOOM! [Spoiler] Han não morreu em um acidente, foi assassinado! E quem o assassinou? Jason Statham! Ian Shaw, irmão de Owen Shaw, a.k.a. vilão do último filme! Foi estabelecido então que o próximo 'Velozes' seria o primeiro a se passar após o ocorrido em 'Tokyo Drift'.

Paul Walker
Última foto publicada por Walker em seu twitter, divulgando o novo filme

O próximo 'Velozes e Furiosos'

A mais nova continuação do filme intitulada de Fast & Furious 7 já estava em fase de gravação. Pelo o que foi anunciado, Paul Walker já havia gravado boa parte de suas cenas.

ATUALIZADO [06/01/2014]

O The Hollywood Reporter afirmou que o personagem Brian O'Conner não morrerá no próximo filme. O estúdio Universal optou por aposentar o personagem na trama. "O plano é aposentar o personagem de um modo que o estúdio espera satisfazer os fãs da franquia e poder fazer uso das filmagens já existentes de Paul Walker." (THR)

Após a morte do ator, o diretor James Wan junto com o escritor Chris Morgan e o executivo da Universal Jeffrey Kirschenbaum analisaram o material que Wan havia filmado. Os três então criaram um plano para adaptar o script existente de uma forma que Brian O'Conner continuasse em parte da estória, mas pudesse sair, possibilitando a franquia de continuar sem ele.

Eu como fã da franquia estou mais que satisfeito com a decisão de manter as filmagens de Walker e aposentarem o personagem. Creio que fora a melhor opção, dadas as circunstâncias.

O lançamento do filme foi marcado para 10 de abril de 2015.

06/01/2014

Gostou? Compartilhe!

Brian A. Moreira

Brian A. Moreira

Hipotético designer e ilustrador. Diretor do Selvageria. Overthinker, coffee addict and cinema lover. Tudo isso ao som de Beatles!

Contato / Mídias sociais

  • Social Media
  • Social Media
  • Social Media
  • Social Media